Quinta-feira, 31 de Maio de 2012

Na última meia hora, a página do produtor sueco Teknian tem sido invadida pelos comentários de portugueses que não gostaram de ver o último álbum do produtor ilustrado com a mesma imagem que serviu de capa ao disco “Backseat Love Songs” dos portugueses M.A.U. A imagem foi criada pelo artista Alexis Marcou de propósito para ilustrar o CD de 2009 da banda portuguesa.

 

 

O músico defendeu-se, dizendo que não era responsável pela capa e que não fazia ideia de que a imagem tinha sido retirada da capa de outro CD, mas utilizou o mesmo argumento para recusar pedir desculpa – o que só ajudou a incendiar ainda mais o debate na página.

 

Entretanto, a editora You So Fat Records, para quem Teknian remeteu justificações visto que terá sido a responsável pela escolha da capa, apagou o seu perfil no Facebook.

 

 

Fontes: MYWAY



publicado por blatitudes às 17:04 | link do post | comentar | ver comentários (1)

 

O Facebook anunciou, hoje, duas novidades que prometem facilitar a vida àqueles que têm a seu cargo a gestão de páginas na rede social.

 

Há muito que os administradores esperavam que a rede integrasse a possibilidade de agendar publicações – até agora, tal só era possível recorrendo a aplicações de terceiros, como por exemplo a HootSuite – e o Facebook parece ter-se decidido, finalmente, a escutar os seus pedidos.

 

A partir de hoje, os administradores de uma página já podem agendar internamente a publicação de conteúdos com até seis meses de antecedência e com intervalos mínimos de 15 minutos entre cada publicação. Mas há quem garanta que vai continuar a utilizar o HootSuite, até porque ainda são muitas as dúvidas em torno da nova funcionalidade do Facebook, nomeadamente no que toca à possibilidade de visualizar e editar conteúdos já agendados.

 

 

Ao mesmo tempo, a rede definiu 5 funções de administração, com diferentes capacidades e permissões: gestor, criador de conteúdos, moderador, anunciante e analista de estatísticas.

 

 

 

Fontes: Mashable



publicado por blatitudes às 16:26 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quarta-feira, 30 de Maio de 2012

Não há como negar que a Sainsbury’s tem um serviço de atendimento ao cliente, no mínimo, original. Depois de, no início do ano, a Sainsbury’s ter alterado o nome do “Pão tigre” para “Pão girafa”, na sequência da carta de uma menina de 3 anos, a companhia voltou a demonstrar um sentido de humor apurado ao responder a uma crítica no Twitter.

 

Tudo começou quando um cliente, o blogger britânico October Jones, se dirigiu à marca com o seguinte tweet: “Querida Sainsbury’s. A galinha na minha sanduíche sabe como se tivesse sido espancada até à morte pelo Hulk Hogan. Foi?” Sem demoras, a marca respondeu: “Lamentamos verdadeiramente que [a sanduíche] não tenha estado à altura. Vamos substituir o Sr. Hogan pelo Ultimate Warrior na nossa linha de produção imediatamente.”

 

 

 

A resposta mereceu os parabéns dos seguidores da companhia no Twitter, sendo mesmo classificada por uma utilizadora como “o melhor tweet de sempre” da Sainsbury’s.

 

Para quem não sabe, tanto Hulk Hogan como Ultimate Warrior são conhecidos lutadores de Wrestling. 

 

 

 

Fontes: Adweek

 



publicado por blatitudes às 12:51 | link do post | comentar

 

Há alturas em que grandes companhias podem mesmo mudar a vida de alguém. Em que a sua influência, quando aplicada na direção correta, pode transformar, para melhor, a forma como uma criança vive e se vê a si mesma. E foi o que a Marvel fez ao desenvolver, de raiz, um super-herói cujo poder se baseia num aparelho auditivo.

 

O protagonista desta história é Anthony Smith. Anthony é um rapaz de quatro anos que vive nos EUA, portador de uma deficiência auditiva, e que, um dia, decidiu que não voltaria a usar o seu aparelho auditivo: o pretexto, conta a mãe, terá sido o de que os super-heróis não utilizavam tal coisa. Mas a mãe não se deu por vencida. Assim, contactou a Marvel na esperança de poder provar ao filho que estava errado – e estava. Na verdade, a editora já tinha criado um super-herói que usava um aparelho para ouvir, Hawkeye, cuja audição tinha sido destruída nos anos 80, num combate com Crossfire.

 

Mas a Marvel não ficou por aqui. Inspirada pela história do menino, a editora decidiu criar uma nova personagem, The Blue Ear, cuja verdadeira identidade é, nem mais nem menos, que Anthony Smith, o novo ajudante de Hawkeye.

 

Como era de esperar, o pequeno Anthony ficou tão entusiasmado que, segundo a mãe, voltou imediatamente a usar o seu aparelho. “Mesmo quando se queixa do desconforto, digo-lhe que tem de ouvir as pessoas que pedem ajuda. Ele entende toda a ligação. Está a adorar”, explicou a mãe.

 

A ação mereceu toda a série de elogios dos fãs da Marvel – e não só. Mas para a Marvel, a questão foi simples: “Crescemos com as palavras de Stan Lee a ecoar nos nossos ouvidos: «Com grande poder, vem também grande responsabilidade». Se não usarmos os talentos que temos para ajudar os outros, porque é que estamos na Marvel?”

 

 

Fontes: Marketeer 

             Comics Alliance 

             BCS News

 



publicado por blatitudes às 11:51 | link do post | comentar

Terça-feira, 29 de Maio de 2012

 

É um dos últimos rumores a envolver a gigantesca rede social: segundo consta, o Facebook estará a desenvolver um telemóvel próprio, em colaboração com a HTC.

 

Sob o nome provisório “Buffy”, o telemóvel deverá possuir um sistema operativo Android que permita integrar os vários serviços da empresa.

 

Embora não haja qualquer confirmação, o site Techradar classificou o rumor de “bastante provável”, acrescentando que, a ser verdade, o telemóvel não deverá surgir antes de 2013. Resta-nos aguardar para ver.

 

 

Fontes: Techradar

 

             Expresso



publicado por blatitudes às 10:48 | link do post | comentar

Segunda-feira, 28 de Maio de 2012

 

Google, Microsoft e Apple são, por esta ordem, as três organizações com melhor reputação em Portugal. As conclusões surgem no âmbito do “Global RepTrakTMPulse Portugal 2012″, conduzido pelo Reputation Institute e mostram, de forma clara, o papel da tecnologia nos dias de hoje.

No quarto lugar do ranking ficou uma empresa portuguesa, o Grupo Delta, com uma pontuação de 84,87 que lhe permitiu melhorar substancialmente o seu posicionamento em relação ao ano anterior, quando ficou colocada na 11ª posição.

 

Para a elaboração deste ranking são aferidos os resultados em sete dimensões: “Performance Financeira”, “Produtos e Serviços”, “Inovação”, “Ambiente de Trabalho”, “Governo de Sociedade”, “Responsabilidade Social” e “Visão e Liderança”. Entre as portuguesas, a Delta foi a que registou melhores pontuações em todas estas dimensões, exceto na primeira, “Performance Financeira”, onde a Sonae obteve os melhores resultados. 

 

Top 10 

 

1. Google (87.98)

2. Microsoft (87.19)

3. Apple (85.75)

4. Grupo Delta (84.87)

5. Sumol + Compal (84.88)

6. Nestlé (84.54)

7. Sony (83.10)

8. Nespresso (82.39)

9. Philips Electronics (82.25)

10. Delta Q (81.05)

 

 

Fontes: Marketeer



publicado por blatitudes às 10:18 | link do post | comentar

Terça-feira, 22 de Maio de 2012

 

Chama-se Curalate e apresenta-se como a primeira plataforma de monitorização e análise para marcas focada na curadoria social.

Mas o que é que isso significa?

 

É sabido que, cada vez mais, as marcas apostam nas redes sociais para desenvolver relações e aumentar o envolvimento com os seus clientes. No entanto, se em algumas redes é fácil medir os resultados das suas ações e monitorizar o impacto e interação da marca (caso do Facebook), o mesmo não se passa com as redes de curadoria social, como o Pinterest. “Os media sociais tradicionais funcionam à base de texto. A curadoria social funciona com imagens. As ferramentas de monitorização social de ontem não são efetivas com as plataformas visuais de hoje”, explica o site.

 

Assim, o Curalate desenvolveu uma série de algoritmos de reconhecimento de imagem e tecnologias que permitem medir a presença das marcas no Pinterest. Além disso, a plataforma é também capaz de detetar os tweets e likes no facebook originados no Pinterest e perceber que conteúdos geram mais tráfico.

 

 

Entre as funcionalidades que disponibiliza, o site permite agregar todas as conversações acerca de uma marca num único lugar e descobrir quem são os utilizadores que mais falam sobre essa marca, tornando possível. Além disso, o Curalate faz a comparação dos resultados da marca com os resultados das marcas com quem compete diretamente – “sejamos honestos, somos todos um pouco competitivos”.

 

 

A subscrição do serviço custa entre 19 e 99 dólares por mês (ou entre 15 e 77,5€), havendo ainda uma versão de teste gratuita que as marcas são encorajadas a experimentar. E se, por enquanto, o Curalate tem por base de análise apenas o Pinterest – afinal, o site só foi oficialmente lançado este mês – o plano, segundo o CEO e cofundador, Apu Gupta, é alargar as suas funcionalidades a outras redes de curadoria social, como a Polyvore, Fancy, Wanelo e Instagram.

 

Fontes: Tech Crunch 
             Trend Hunter 
             


publicado por blatitudes às 10:46 | link do post | comentar

Segunda-feira, 21 de Maio de 2012

 

Há mais uma rede social a dar que falar no mundo web. E o motivo principal para o burburinho em torno desta nova rede não é tanto a rede em si, mas o autor da mesma: nem mais nem menos que a Microsoft.

 

A So.cl (leia-se “social”) não pretende concorrer com o Facebook nem com nenhuma das outras redes sociais já existentes. O objetivo, segundo afirma a companhia, é tornar-se um complemento a estas redes: prova disso é que o login na So.cl pode ser feito tanto a partir do Windows Live como do Facebook.

 

Tendo como alvo os estudantes, a So.cl visa facilitar a partilha de conteúdos educacionais e informações sobre investigações ou estudos.

“O So.cl é um projeto experimental de pesquisa, desenvolvido pelos laboratórios FUSE, da Microsoft, focado em explorar as possibilidades da pesquisa social com o objetivo da aprendizagem. O So.cl combina as redes sociais e pesquisa, para ajudar as pessoas a encontrar e partilhar páginas web interessantes da mesma forma que os estudantes o fazem quando trabalham juntos.”

 

 

Por enquanto, a rede ainda está a funcionar numa versão de testes.

 

 

Fontes: Pt Jornal 
             


publicado por blatitudes às 11:32 | link do post | comentar

Sexta-feira, 18 de Maio de 2012

 

 

É mais uma entre muitas questões incómodas em torno do Facebook: no início desta semana, a General Motors anunciou a retirada da sua campanha publicitária, no valor de 10 milhões de dólares, da rede social. Isto porque, segundo a GM, os anúncios do facebook simplesmente não dão retorno.

 

A decisão não poderia ter surgido em pior altura para a rede social: o facebook entrou, hoje, em bolsa, e houve quem receasse ver o valor das ações comprometido por esta notícia.

 

Mas, aparentemente, nem todas as empresas são da mesma opinião que a GM. Não tardou a que a Ford se pronunciasse, no Twitter, sobre a decisão da GM:

 

“É tudo uma questão de execução. Os nossos anúncios do facebook são eficazes quando são combinados de forma estratégica com conteúdos envolventes e inovação”.

 

Verdadeira ou não, a decisão da GM gerou um debate intenso acerca da eficácia dos anúncios no facebook. E se a Ford parece acreditar no poder dos anúncios do Facebook, já o site Slash Gear apresenta, por exemplo os argumentos de Nate Elliot, analista, que afirma que este poderá ser apenas o início de uma debandada das grandes marcas no que toca à publicidade paga na maior rede social do mundo.

 

Neste contexto, o npr foi mais longe: para perceber a eficácia dos anúncios pagos no facebook, pegou numa marca real e testou o sucesso da solução. Para isso, contactaram os proprietários da Pizza Delicious, uma pizzaria drive-through, localizada em New Orleans, que funciona apenas duas noites por semana. Depois de tentarem perceber qual o target ideal, “os anúncios tornaram-se virais. Conseguiram o dobro do número de cliques habituais, em média. O anúncio apareceu mais de 700 mil vezes. Basicamente, toda a gente de New Orleans no Facebook viu o anúncio. Duas vezes. A Pizza Delicious conseguiu perto de vinte vezes o número de fãs que habitualmente conseguia em dois dias.”, explica o npr.

 

Ainda assim, segundo o site, o sucesso do anúncio não se converteu em negócio. “Depois de uma longa noite a perguntar a cada cliente como tinha tido conhecimento da Pizza Delicious, nenhum respondeu que tinha sido através do Facebook”. Talvez, como o pnr diz, “a dada altura, os novos fãs da Pizza Delicious apareçam e comprem alguma pizza. Mas a publicidade nos media sociais é tão recente que ninguém pode ter a certeza acerca disso. Ainda está por provar, por testar e, em grande medida, por estudar. “

 

 

 

Fontes: Business Insider

 

             Diário de Notícias 
             npr 
             Tecmundo 
             Slash Gear 
             Económico


publicado por blatitudes às 12:35 | link do post | comentar

Quinta-feira, 17 de Maio de 2012

 

 

E se lhe dissessem que, para conseguir umas pernas e rabo perfeitos, tudo o que tinha de fazer era usar uns ténis especiais? Era basicamente esta a promessa por detrás dos Skechers Shape-up, uns ténis cuja sola, supostamente, criaria maior instabilidade, obrigando o consumidor a despender mais energia em cada passo que desse.


Só que, embora a publicidade fosse tentadora, os resultados ficaram muito aquém do esperado, levando a Comissão Federal de Comércio dos EUA a exigir que a marca de calçado reembolsasse os consumidores.


Embora recuse as acusações, a Skechers acabou por concordar pagar mais de 40 milhões de dólares a consumidores em 45 estados, ficando também proibida de difundir informação acerca dos benefícios dos ténis sem apresentar provas científicas. Apesar disto, a marca de calçado não deixou de realçar os milhares de críticas muito positivas que terá recebido de consumidores felizes com os seus Shape-up.


Já em Setembro do ano passado, a Reebok foi confrontada com a mesma situação, tendo sido condenada a pagar mais de 18 milhões de euros aos consumidores que compraram os seus ténis EasyTone e RunTone.

 

 

 

 

Fontes: Life & Style 

             WCVB



publicado por blatitudes às 16:11 | link do post | comentar

Links

Site Oficial
Latitudes - Comunicação Integrada de Marketing

Redes Sociais

twitter facebook delicious flickr
Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29


Os últimos blá blás

Ao cyberbullying, os estu...

Comunicação cara a cara c...

Laina: a nova sensação do...

Facebook testa novo forma...

Instagram lança perfis na...

W+K lança série de desafi...

Samsung reafirma lideranç...

As piores passwords de 20...

Quase 9 em cada 10 imagen...

Facebook lança páginas gl...

arquivos

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

tags

todas as tags

Networked Blogs
blogs SAPO
Google Analitycs
subscrever feeds