Sexta-feira, 27 de Julho de 2012

 

A Avon, famosa linha de cosmética, lançou hoje a Makepedia. Como o próprio nome indica, a plataforma funciona como uma “enciclopédia de maquilhagem colaborativa”, um pouco à semelhança da Wikipedia mas virada para as infinitas possibilidades que residem numa paleta de cores e texturas.

 

Conduzida por quatro “color trenders” – Carol, Dayana, Natalia e Pâmela – a Makepedia apresenta tutoriais, vídeos, fotos e dicas que pretendem ajudar o público jovem feminino a conseguir um look perfeito. Mas, como qualquer plataforma baseada na colaboração, a Makepedia também oferece ao público a possibilidade de enviar os seus próprios looks.

 

A cada 19 dias, a plataforma apresenta um desafio apresentado pela Avon, convidando as “color trenders” e o público a criar um look inspirado num tema e um produto específicos. O primeiro desafio é “Nova York + batom vermelho” e a página já conta com várias propostas que podem ser visualizadas, “gostadas” e partilhadas nas redes sociais.

 

 

Fontes: Extra 



publicado por blatitudes às 11:29 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quinta-feira, 26 de Julho de 2012

54 artistas juntaram-se para criar um baralho de cartas muito diferente daqueles a que estamos habituados. Cada carta é uma peça de arte, criada respeitando um único requisito: seguir o tema da carta em questão. 

 

A caixa completa, com um custo de cerca de 26€, pode ser encomendada no site oficial do Creative Cards Project. Brutal.

 



publicado por blatitudes às 16:24 | link do post | comentar

Quarta-feira, 25 de Julho de 2012

 

A campanha “Perdi meu Amor na Balada” ( mais sobre a campanha aqui  e aqui ) está a ser analisada  por duas entidades brasileiras: o Procon-SP, órgão de defesa do consumidor, e o Conar, o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária. Em causa, está a violação ou não dos direitos dos consumidores, já que a campanha não foi identificada desde o início como sendo publicidade.

 

A situação não é propriamente surpreendente: muitos consumidores expressaram o seu desagrado quando a Nokia assumiu a autoria da campanha e houve mesmo quem chegasse ao ponto de manifestar a intenção de nunca mais adquirir qualquer produto da empresa finlandesa.

A investigação do Conar foi aberta na sequência de reclamações de 10 consumidores e a campanha deverá ser julgada nos próximos 30 dias. No caso do Procon, foi o próprio órgão que se decidiu a avançar com a análise da campanha.

 

“Caso o Procon-SP constante que a Nokia desrespeitou o código de defesa do consumidor, a empresa pode receber uma multa que varia de R$ 400 a R$ 6,5 milhões”, explica o Exame – um valor que oscila entre os 160 e os 2,6 milhões de euros.

Até agora, a Nokia ainda não fez qualquer comentário ao caso.

 

 

Fontes: Exame



publicado por blatitudes às 10:58 | link do post | comentar

Segunda-feira, 23 de Julho de 2012

 

Imaginemos que é um político, utilizador ativo do Twitter e que, um dia, publica algo de que se arrepende – seja um pequeno erro tipográfico ou uma opinião que deveria ter mantido privada. Corre a apagar o seu tweet, congratula-se pela sua rapidez de movimentos e tudo está resolvido, certo? Errado…

 

Desde o lançamento do Politwoops, tornou-se praticamente impossível para um político escapar a um erro no Twitter. Isto porque a plataforma, disponível em países como os EUA, Canadá, França, Reino Unido, Austrália e Holanda, entre outros, regista automaticamente os tweets apagados pelos políticos desses países, criando uma lista potencialmente embaraçosa, no melhor dos casos, visível aos olhos de todos.

 

Mas, embora os alvos do site sejam os políticos, o serviço também é, como aponta o Search Engine Land, “uma lembrança de que remover o que escrevemos na Internet é muitas vezes difícil e, em muitos casos, impossível”.

 

 

Fontes: Search Engine Land



publicado por blatitudes às 15:58 | link do post | comentar | ver comentários (1)

 

 

Potenciando a integração das redes sociais nas Olimpíadas, a famosa London Eye será iluminada em função do volume de tweets sobre o evento.


Basicamente, quanto mais tweets forem gerados com a hashtag #Energy2012, mais intensas serão as luzes da popular roda gigante. Mas o projeto não se limita a avaliar a quantidade de tweets: graças a um algoritmo desenvolvido em colaboração com o especialista Mike Thelwall, a EDF Energy (empresa responsável pelo fornecimento de energia da roda gigante) conseguirá, também, perceber se o conteúdo é positivo ou negativo, identificando, por exemplo, palavras como “brilhante” ou “falha”. Consoante estes dados, a roda será iluminada de forma diferente, todos os dias, pelas 21h, refletindo a "energia positiva" em torno das Olimpíadas.


Uma ideia interessante para envolver a comunidade online e gerar buzz sobre este que é o maior evento desportivo do mundo. 

 

 

Fontes: Exame



publicado por blatitudes às 15:37 | link do post | comentar | ver comentários (1)

 

 

 

Segundo a Kantar Worldpanel, o consumo dos lares portugueses é, hoje, semelhante ao que se registava há duas décadas. Menos sumos, cervejas e produtos lácteos ou congelados e mais refeições preparadas em casa em detrimento das refeições refrigeradas: estas são as conclusões relativas ao consumo nacional, com quebras também na área da drogaria e higiene pessoal.


Em contrapartida, os produtos frescos, comida pronta e mercearia doce e salgada registaram os maiores crescimentos em volume do semestre.

 

 

Fontes: Meios & Publicidade



publicado por blatitudes às 15:02 | link do post | comentar

Sexta-feira, 20 de Julho de 2012

 

Longe vai o tempo em que o que acontecia no Twitter ficava no Twitter. Que o diga Mike Taylor, @AdmiralMikey, que, quando assistia a um concerto do MC Chris, decidiu publicar um tweet sobre o espetáculo, criticando a atuação do rapper.

 

Aparentemente, o MC não gostou do tweet e decidiu descobrir a verdadeira identidade do autor: “Tinha saído da sala, comprado um sumo e estava por lá sentado quando ouvi a multidão a fazer barulho e o MC Chris começou a falar e ouvi-o perguntar o meu nome real. O meu amigo e eu olhamos, confusos, um para o outro e ouvimo-lo voltar a perguntar. Levantei-me, voltei a entrar na sala e levantei a minha mãe. Então ele apontou para mim e gritou, «A segurança vai levar-te para fora agora! É o que recebes por dizer merdas no Twitter!»

 

Depois de publicar a história no Reddit, Mike recebeu um pedido de desculpas do MC no Twitter. E se alguns fãs aplaudiram a iniciativa, outros acham que o rapper agiu bem ao expulsar Mike. Seja como for, este é um bom exemplo de como vida real e virtual estão cada vez menos distantes.

 

 

 

Fonte: Mashable



publicado por blatitudes às 12:41 | link do post | comentar

 

É o pesadelo de um restaurante. Já todos ouvimos histórias de terror sobre o que se passa nas cozinhas de cadeias como, por exemplo, a McDonald’s – que tem travado uma verdadeira batalha, campanha após campanha, ação atrás de ação, para convencer o público de que a sua comida é preparada seguindo rígidas normas de higiene – ou a Burger King. Só que entre “ouvir” e “ver” vai uma diferença que nos permite comer, sem grandes preocupações, aquilo que nos é servido.

 

O problema, o grande problema, é quando surgem imagens como a divulgada por um empregado do Burger King: dois pés calçados em cima de dois recipientes de alface, com a legenda “Esta é a alface que vocês comem no Burger King”.

 

A imagem foi publicada anonimamente no fórum 4chan.org mas os utilizadores do fórum não deixaram a ação passar impune: recorrendo aos dados de localização incorporados no arquivo, bastaram 15 minutos para que os internautas descobrissem que a fotografia tinha sido tirada em Mayfield Heights, no Ohio, e que o restaurante em questão fosse identificado.

 

A Burger King reagiu com um comunicado, explicando que os funcionários envolvidos no caso já foram demitidos e que a sua “política de tolerância zero contra qualquer violação [da segurança alimentar]” se manterá.

 

Mas, diga o que disser, prometa o quer prometer, a verdade é que a cadeia de fast food tem em mãos um dos piores pesadelos de um restaurante. Só o tempo poderá mostrar de que forma uma brincadeira de mau gosto como esta, que entretanto já correu mundo através das redes sociais e meios de comunicação, pode vir a afetar, para sempre, o futuro da Burger King. 

 

 

Fontes: Exame



publicado por blatitudes às 11:18 | link do post | comentar

Quinta-feira, 19 de Julho de 2012

 

A Ogilvy Brasil teve uma ideia muito divertida – e, como se veio a provar, eficaz – para promover novos usos para a maionese Hellmann’s junto do público brasileiro.

 

Em parceria com o supermercado St. Marché, em São Paulo, a agência instalou um software nas caixas de pagamento que, ao reconhecer a maionese na lista de compras, a combinava com os restante produtos adquiridos e sugeria uma receita que vinha impressa juntamente com o recibo de compra.

 

 

Com 160 receitas disponíveis, as sugestões passavam por saladas, molhos, carne, massas e sandes, entre outros pratos. Caso o consumidor não levasse mais nenhum ingrediente para além da maionese, o software imprimia uma receita aleatória.

 

Segundo a Ogilvy, o software foi instalado em 100 caixas durante 3 meses e, só no primeiro mês da ação, as vendas registaram um crescimento de 44%.

 

Fontes: Update or Die 
             


publicado por blatitudes às 16:15 | link do post | comentar

Quarta-feira, 18 de Julho de 2012

 

Poucos são os cibernautas que, por esta altura, ainda não ouviram falar da história de Daniel – o desgraçado que se apaixonou por Fernanda numa discoteca e perdeu o número dela, publicando depois um vídeo no Youtube e criando uma página no Facebook para a encontrar.

 

As suspeitas de que se trataria de uma ação de marketing começaram pouco depois da publicação do vídeo e, ontem, a Nokia decidiu assumir a autoria da história ao partilhar um novo vídeo que marca o final da ação.

 

 

Embora os níveis de envolvimento dos consumidores nas redes sociais tenham sido incríveis – a página, criada no dia 10 de julho, conseguiu arrecadar mais de 100 mil likes em poucos dias e, até agora, o vídeo original da ação registou mais de 850 mil visualizações no Youtube – os likes na página da ação começaram a descer rapidamente após a descoberta do envolvimento da Nokia.

 

Enganados e desiludidos, os fãs começaram a retirar os “gostos” à página que, desde ontem, registou uma queda de cerca de mil “likes”. Houve também muitos protestos contra a marca – “Tava na cara, desde o princípio… as pessoas realmente subestimam a falta de escrúpulos dos marketeiros… e acreditem, tem coisa muito pior”; “Perdi a oportunidade de respeitar o consumidor na balada”; “Ofensivo! Não curti. Fez o povo de bobo” – mas também aplausos da parte de alguns que consideraram a ideia “brilhante”. No Youtube, o vídeo onde a Nokia assume a autoria da história tem, até ao momento 1677 “não gostos” contra apenas 523 “gostos”.

 

“A campanha Perdi meu Amor na Balada apresenta uma história ousada e autêntica, em que uma pessoa real, o Daniel, através das novas tecnologias e meios de comunicação consegue encontrar seu amor perdido na balada. Se a história tivesse acontecido há 10 anos, ele provavelmente nunca a encontraria novamente. No entanto, graças ao sensor de 41 MP do novo aparelho Nokia 808 PureView e ao poder das redes sociais, esta história termina em um final feliz”, explica o suposto Daniel, num comentário ao vídeo.

 

Agora, resta ver quão feliz será o desempenho futuro da Nokia nas redes sociais e como irá a comunidade online envolver-se com a marca depois desta campanha…

 

 

Fontes: Comunicadores



publicado por blatitudes às 10:30 | link do post | comentar

Links

Site Oficial
Latitudes - Comunicação Integrada de Marketing

Redes Sociais

twitter facebook delicious flickr
Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29


Os últimos blá blás

Ao cyberbullying, os estu...

Comunicação cara a cara c...

Laina: a nova sensação do...

Facebook testa novo forma...

Instagram lança perfis na...

W+K lança série de desafi...

Samsung reafirma lideranç...

As piores passwords de 20...

Quase 9 em cada 10 imagen...

Facebook lança páginas gl...

arquivos

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

tags

todas as tags

Networked Blogs
blogs SAPO
Google Analitycs
subscrever feeds