Terça-feira, 17 de Julho de 2012

 

Todos os anos, chegam às bancas cerca de 26 mil livros que têm a gastronomia como tema. Mas nenhum como o “The Real Cookbook”, um livro de receitas criado pela agência Kolle Rebbe para promover a Gerstenberg Publishing House, uma pequena editora especializada em livros de alta qualidade de arte e cozinha.

 

O que distingue o The Real Cookbook de todos os outros livros é que este não se limita a falar sobre comida – na verdade, ele pode ser comido. Feito de massa fresca, o livro pode ser cozinhado na forma de lasanha: uma ideia simples e genial que levou algum tempo a ser apurada, já que foram precisas algumas semanas para conseguir atingir o método de impressão e textura da massa ideais.

 

Distribuído a alguns parceiros como uma medida destinada a premiar a lealdade e chamar a atenção para a editora, o livro foi um sucesso no meio, gerando rapidamente buzz na web, com mais de 250 blogs a referenciá-lo.

 

 

Fontes: Adweek

             I Believe in Advertising

 



publicado por blatitudes às 11:36 | link do post | comentar

Segunda-feira, 16 de Julho de 2012

 

 

Lembra-se do episódio da mensagem codificada que deixou meia internet a discutir se se trataria de um golpe de marketing ou um acontecimento genuíno?

 

Agora, é um suposto vídeo romântico, feito no Brasil, que está a deixar a comunidade online inquieta. No vídeo, o protagonista, Daniel Alcantara, explica que conheceu o amor da sua vida, Fernanda, numa discoteca – a Casa 92 – mas que acabou por perder o número de telefone dela. Assim, pede a todos que o ajudem a reencontrar a rapariga: “Pessoal, gravei este vídeo porque preciso encontrar a Fernanda que conheci na casa 92 em Pinheiros no sábado passado. Sei que parece loucura mas me apaixonei e acabei perdendo o número dela. Se alguém esteve lá ou saiba de alguém que possa conhecer esta Fernanda, por favor, me avise! Obrigado!”, lê-se na descrição do vídeo, publicado no dia 10 de julho.

 

Rapidamente, o vídeo começou a circular pelas redes sociais, tendo já mais de 731 mil visualizações. Mas se muitos partilharam o vídeo na esperança de ajudar Daniel, há também quem suspeite das verdadeiras motivações por detrás de tudo isto, apontando para uma ação de marketing: as primeiras suspeitas recaíram sobre a própria discoteca, Casa 92, ou um site de relacionamentos chamado “Segunda Chance”, cujo proprietário já afirmou não ter qualquer relação com o vídeo.

 

 

 

Há mais indícios de que o pobre Daniel poderá, afinal, não ser tão genuíno quanto isso, como revela Eduardo Cabral no Comunicadores. Os anúncios no Facebook a promover a página “Perdi Meu Amor na Balada”, que “demandariam um super investimento e, claro, um grande estudo da audiência que a marca desejaria atingir” são uma das evidências que não abonam a favor da autenticidade da história.

 

 

Um segundo vídeo, publicado por Daniel depois de receber uma suposta “dica” acerca do paradeiro de Fernanda também veio aumentar as suspeitas em torno da história.

 

Para os muitos céticos, resta apenas uma dúvida: afinal, que marca estará por detrás da ação que tocou o coração de milhares de brasileiros e não só?

 

 

Fonte: Comunicadores



publicado por blatitudes às 15:38 | link do post | comentar

 

Afinal, vale ou não a pena apostar em anúncios engraçados?

 

Um estudo da Nielsen, apresentado durante o Festival de Publicidade de Cannes, aponta nesta direção – mas agora a Ace Metrix vem revelar novos dados, afirmando que os anúncios engraçados não são necessariamente tão eficazes quanto os de cariz informativo no que diz respeito às vendas.

 

Segundo o estudo da empresa de consultoria, os anúncios divertidos geram maior atenção e empatia por parte dos consumidores mas o grau de diversão tem uma baixa correlação com a eficácia. Na verdade, a empresa acrescenta ainda que os anúncios engraçados têm uma probabilidade ligeiramente menor de despertar desejo ou intenção de compra quando comparados com os mais informativos.

 

Isto não significa que os anúncios devam deixar o humor de fora, esclarece a Ace Metrix. Pelo contrário, há que combinar a capacidade de divertir – atributo fundamental para captar a atenção dos consumidores – com conteúdos relevantes e informativos, obtendo, assim, “um anúncio que realmente funcione”.

 

 

Fonte: Marketeer



publicado por blatitudes às 14:31 | link do post | comentar

Quinta-feira, 12 de Julho de 2012

 

Uma nota misteriosa, um código centenário, um estranho capaz de desaparecer tão subitamente como apareceu: parecem os ingredientes para um bom policial mas, na verdade, tratam-se dos componentes do último episódio a fazer fervilhar a comunidade online.

 

A história, que tem sido amplamente divulgada, teve início no dia 11 de julho, quando um utilizador publicou no Reddit algumas fotos de uma mensagem que lhe teria sido entregue por um homem de aspeto esfarrapado no comboio. “Dei de caras com um homem esfarrapado quando entrámos no comboio e ele sorriu brevemente na minha direção. Não liguei ao assunto até termos saído na rua 14, altura em que ele me passou uma nota de 50 dólares e um papel com uma mensagem. Antes de poder dizer alguma coisa, o homem tinha desaparecido”, explicou delverofsecrets. A intenção era clara: procurar quem o ajudasse a descodificar a mensagem. E, em apenas 3 horas, a comunidade foi capaz de responder ao seu apelo.

 

Segundo alguns utilizadores, a mensagem continha carateres russos, bascos e hebraicos e referencias à própria encriptação, o que levou um dos utilizadores a concluir que a mensagem estava codificada com um algoritmo do início do século passado chamado “Bifid Cipher”.

A partir daí, os utilizadores conseguiram desvendar a mensagem:

 

Há muito mais dinheiro a fazer.

Descodifica esta mensagem e prepara-te para um encontro no dia 19 de julho, entre a rua 56 e a 6.

Há um carro de cachorros quentes à porta do café Rue57. Pergunta pelo Sr. Input.

 

Sem surpresas, as teorias começaram rapidamente a amontoar-se: desde um jogo de espionagem do governo a um golpe de marketing ou um ato de loucura de um demente, todos se questionam e apontam hipóteses. Aquilo de que poucos duvidam é que, no dia 19, muitos serão aqueles que aparecerão na esquina entre as ruas 56 e 6.

 

 

Fontes: Mashable

             Exame Informática



publicado por blatitudes às 14:41 | link do post | comentar

Quarta-feira, 11 de Julho de 2012

 

Já são cerca de um milhão os portugueses que acedem à internet através de telemóvel – o que corresponde a 11% dos utilizadores nacionais.

 

As conclusões são de um estudo sobre hábitos de consumo online na Europa divulgado no nosso país pela ACEPI e revelam um Portugal cada vez mais conectado.

 

O mesmo estudo mostra que, nos últimos dois anos, houve um crescimento de 14% no número de internautas portugueses, sendo que atualmente já 59% da população tem acesso à internet. No que toca às redes sociais, Portugal lidera o ranking europeu, com 95% dos utilizadores a usar essas redes – contra uma média europeia de 81%.

 

O estudo analisou também o impacto da internet nos relacionamentos com as marcas, concluindo que 4 em cada 10 utilizadores europeus valorizam a forma como as marcas comunicam online. No caso específico dos portugueses, 54% dos inquiridos foi da mesma opinião, sendo que mais de metade dos utilizadores mencionou ainda a importância da internet na altura de escolher os produtos/serviços a adquirir.

 

Fontes: Briefing

 



publicado por blatitudes às 12:02 | link do post | comentar

Segunda-feira, 9 de Julho de 2012

 

Sente-se abatido, cansado ou com a autoestima em baixo? Então, se calhar o melhor é reduzir o tempo que passa nas redes sociais.

 

Um estudo conduzido pela Universidade de Sallford, no Reino Unido, concluiu que, dos quase 300 entrevistados, metade revelou sentir baixos níveis de autoestima ao comparar os seus feitos com os dos seus contactos online.

 

Além disso, um quarto dos entrevistados mencionou ainda dificuldades de relacionamentos após conflitos online e mais de metade confessou sentir desconforto quando não consegue aceder ao Facebook. Entre os 298 entrevistados, dois em cada três afirmaram, ainda, sentir dificuldades em adormecer depois de passarem muito tempo nas redes sociais.

 

Em fevereiro de 2011, uma pesquisa da Internet Time Machine revelou que a dependência do Facebook já era um dos tópicos mais procurados online, superando mesmo vícios como o do tabaco.

 

 

Fontes: Mashable

             Exame Informática



publicado por blatitudes às 10:55 | link do post | comentar

Sexta-feira, 6 de Julho de 2012

 

Pitbull, o rapper que dá a cara pelas Energy Sheets, uma tiras energéticas que se dissolvem na língua, é o protagonista da mais recente ação da marca. Desta vez, a Sheets associou-se à Walmart para promover um passatempo online, incitando os fãs da Walmart a gostarem das páginas locais das lojas no Facebook. No final, a loja com mais “likes” receberá a visita do rapper Pitbull.

 

Até aqui, tudo bem: a medida não é propriamente surpreendente e é uma boa forma de aumentar tanto o número de fãs como o envolvimento nas páginas da Walmart. O único senão é que os internautas não têm reagido como seria de esperar…

 

Depois de lançada a campanha, alguns utilizadores decidiram lançar um apelo ao mundo virtual: “#ExilePitbull (Exilem o Pitbull)” – que é como quem diz, enviem o Pitbull para a loja Walmart mais remota do país, em Kodiak Island, na Costa do Alasca. Em poucos dias, a página da loja conseguiu mais de 65 mil gostos e parece cada vez mais uma séria candidata a receber o rapper.

 

Ainda que a campanha tenha seguido um rumo inesperado, a verdade é que isto veio aumentar a sua visibilidade e o próprio Pitbull parece estar a alinhar na “brincadeira” ao publicar no seu Twitter: “Ouvi dizer que há repelente de ursos em Kodiak, no Alasca @walmartspecials @sheets #exilepitbull daleeeeeee!" 

 

 

 

Fontes: Adweek



publicado por blatitudes às 11:05 | link do post | comentar

Quinta-feira, 5 de Julho de 2012



publicado por blatitudes às 17:30 | link do post | comentar

 

Para lançar o Toyota Etios na África do Sul, a Mesh e a DraftFCB  de Joanesburgo desenvolveram, em conjunto, uma ação muito especial.

 

Aproveitando uma loja vazia, a equipa criou um divertido mecanismo que premiava com um doce todos aqueles que enviassem um tweet com o hashtag #etiossmile acerca do que os faz felizes.

 

O resultado é o que está à vista:

 



publicado por blatitudes às 16:08 | link do post | comentar

Quarta-feira, 4 de Julho de 2012

 

Durante 31 dias, Joseph Garner, de 29 anos, viveu sem dinheiro, sem quaisquer contactos no telemóvel a quem recorrer e sem uma casa aonde regressar ao fim do dia. O seu único recurso era aquilo que encontrava no site Craigslist, fossem boleias, comida ou alguém disposto a recebê-lo de graça em casa. O resultado da experiência é um documentário chamado “Cragsilist Joe” e acaba por mostrar como, num mundo em crise, ainda é possível encontrar generosidade. O documentário estará disponível para donwload no iTunes a partir de dia 2 de agosto.

 



publicado por blatitudes às 17:06 | link do post | comentar

Links

Site Oficial
Latitudes - Comunicação Integrada de Marketing

Redes Sociais

twitter facebook delicious flickr
Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29


Os últimos blá blás

Ao cyberbullying, os estu...

Comunicação cara a cara c...

Laina: a nova sensação do...

Facebook testa novo forma...

Instagram lança perfis na...

W+K lança série de desafi...

Samsung reafirma lideranç...

As piores passwords de 20...

Quase 9 em cada 10 imagen...

Facebook lança páginas gl...

arquivos

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

tags

todas as tags

Networked Blogs
blogs SAPO
Google Analitycs
subscrever feeds