Terça-feira, 6 de Julho de 2010

É uma das discussões mais intensas no Linkedin e sugere-nos dois pontos de vista para um mesmo problema. Com o advento das novas plataformas sociais, é possível unir as estratégias emergentes com o marketing tradicional?

 

Os estrategas do marketing tradicional, parecem estar a anexar o Média Sociais como uma nova arma para juntar ao seu leque de serviços; ao invés, aqueles que se enfocam apenas sobre as novas plataformas online, rompem com o tradicional, defendendo que estamos perante um novo futuro, perspectivando que tudo o que está para trás irá, gradualmente, desaparecer.

 

Nesta longa discussão, que importa à Latitudes colocar aos seus seguidores, expomos os dois pontos de vista.

Para uns é necessária uma abordagem de integração, onde as empresas carecem ter uma visão geral sobre toda a estratégia de marketing, que deve de incluir ambas as plataformas offline, dos meios tradicionais, e as online, a dos novos média. Ambas as plataformas devem alimentar-se mutuamente.

 

No outro lado da discussão, é defendido que o marketing tradicional usa o método “impositivo”, onde se pode controlar a forma e o modo como as pessoas vêm o que se tem para oferecer. Os novos média, sustentam os seus defensores, usa um método oposto, o método “sugerido”, onde as pessoas escolhem elas próprias como e quando querem ver o que lhes está a ser oferecido.

 

A primeira forma emprega o outbound marketing, ou seja, a estratégia que procura o consumidor. A segunda, as dos média sociais, emprega, por seu turno, o inbound marketing, estratégia que significa ser-se encontrado pelos potenciais clientes numa lógica de relações mútuas e envolvência. As vantagens deste inbound marketing são, tal como ilustra a imagem, os seus custos reduzidos, uma melhor segmentação de mercado e um investimento que perdura para o futuro.

Defendem, portanto, que a era da mensagem “martelada” na consciência dos consumidores acabou, dando lugar a toda uma nova forma de estratégias de marketing, que passam por criar um efeito magnético no mercado-alvo que procuram atingir.

 

Lembrando o novo serviço que incluiu nos seu portefólio – o Marketing Online – na opinião da Latitudes, há, definitivamente, lugar para ambas.

Doravante, o segredo será criar o equilíbrio entre ambas as formas de comunicar uma marca, visto que ambas as plataformas – a online e a offline – irão depender uma da outra.

 

Lembremo-nos que o mercado é composto por várias gerações que incorporam a mensagem de uma empresa de forma completamente diferente e por meios diferentes. Desde o Facebook até ao simples anúncio de estrada.

 

As novas formas de marketing dão poder ao consumidor, enquanto que os meios tradicionais dão o poder ao fornecedor, às empresas, o que é implicitamente necessário para manter a lógica da oferta e da procura de negócio.



publicado por blatitudes às 17:01 | link do post | comentar

Links

Site Oficial
Latitudes - Comunicação Integrada de Marketing

Redes Sociais

twitter facebook delicious flickr
Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29


Os últimos blá blás

Ao cyberbullying, os estu...

Comunicação cara a cara c...

Laina: a nova sensação do...

Facebook testa novo forma...

Instagram lança perfis na...

W+K lança série de desafi...

Samsung reafirma lideranç...

As piores passwords de 20...

Quase 9 em cada 10 imagen...

Facebook lança páginas gl...

arquivos

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

tags

todas as tags

Networked Blogs
blogs SAPO
Google Analitycs
subscrever feeds