Quinta-feira, 28 de Julho de 2011

 

Dizer adeus à gravata e poupar no ar condicionado: a ideia não é inédita, mas, desde que entrou em vigor no Ministério da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território, tem gerado alguma atenção dos media.

 

A iniciativa “Ar Cool”, proposta pela ministra Assunção Cristas, prevê não só reduzir a fatura elétrica no final do mês como contribuir, também, para a minimização do impacto ambiental associado a este consumo. Ganha o bolso e o ambiente, portanto, graças a uma decisão simples e que se deverá manter em vigor, todos os anos, entre 1 de Junho e 30 de Setembro, permitindo aos funcionários deste ministério que, exceto em situações exigidas pelo protocolo, deixem as gravatas em casa.

 

Mas porque é, afinal, que falamos disto num blog cuja área de interesse assenta sobretudo na comunicação, marketing, publicidade, internet e design?

 

É que a decisão tomada pela ministra é um exemplo de uma área que, cada vez mais, vai assumindo um papel fundamental um pouco por todo o mundo: o chamado “marketing verde”.

 

Surgido nos idos anos 70, o termo foi definido, posteriormente, por Philip Kotler como sendo “um movimento das empresas para criarem e colocarem no mercado produtos ambientalmente responsáveis em relação ao meio ambiente”. Também Michael J. Polonsky, guru do marketing verde, se dedicou a explicá-lo: “O marketing verde ou ambiental consiste em todas as atividades desenvolvidas para gerar e facilitar quaisquer trocas com a intenção de satisfazer ou os desejos e necessidades dos consumidores, desde que a satisfação de tais desejos e necessidades ocorra com o mínimo de impacto negativo sobre o meio ambiente.”

 

Definições à parte, o facto é que, tanto em institutos públicos como em privados, a palavra “ecológico” tem cada vez mais peso, sendo uma área onde ainda há muito – e muito, aqui, tem o sentido que “quase tudo” –  para fazer. Assumir comportamentos ecológicos, como no caso do Ministério da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território, é um dos passos que devem ser seguidos.

 

Defender uma imagem “ecológica” é, para além de benéfico para o ambiente, uma estratégia cada vez mais importante. Na verdade, em 2009, um estudo da Green Seal e da EnviroMedia Social Marketing, nos EUA, concluiu que, apesar da crise, quatro em cada cinco pessoas afirmavam continuar a comprar produtos verdes, embora, por vezes, o seu preço fosse mais elevado. Em 2010, o Barómetro Europeu identificou, também, esta tendência em Portugal, colocando-nos mesmo acima da média europeia em alguns aspetos como, por exemplo, no consumo de papel reciclado (Portugal registou uma média de 75% contra os 63% europeus).

 

Tendências conscientes que nenhuma empresa deve ignorar.

 

 

Fontes: Bio Agrus

             IP Jornal

             Portugal Financeiro

 

 

*este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico



publicado por blatitudes às 15:07 | link do post | comentar

Links

Site Oficial
Latitudes - Comunicação Integrada de Marketing

Redes Sociais

twitter facebook delicious flickr
Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29


Os últimos blá blás

Ao cyberbullying, os estu...

Comunicação cara a cara c...

Laina: a nova sensação do...

Facebook testa novo forma...

Instagram lança perfis na...

W+K lança série de desafi...

Samsung reafirma lideranç...

As piores passwords de 20...

Quase 9 em cada 10 imagen...

Facebook lança páginas gl...

arquivos

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

tags

todas as tags

Networked Blogs
blogs SAPO
Google Analitycs
subscrever feeds