Quinta-feira, 19 de Janeiro de 2012

 

 

Está desempregado? Tendo em conta os últimos números divulgados pela OCDE, que nos classificam como o 4º pior país da Organização no que toca à taxa de desemprego, a probabilidade de responder “sim” a esta pergunta é, infelizmente, de cerca de 13,2%.

 

E se é verdade que a “necessidade é a mãe do engenho”, não faltam exemplos de quem encontrou, recorrendo às tecnologias que, hoje, dominam o nosso dia-a-dia, novas fontes de rendimento.

 

O primeiro caso nasceu das mãos de Pedro Esperança, um estudante de engenharia industrial que desenvolveu o site “A Tua Mãe”. Aqui, através do perfil do Facebook, os utilizadores podem encomendar produtos que precisem – como, por exemplo, o tabaco que, de repente, falta a meio de um jantar ou as pipocas que não apetece ir comprar quando se está em casa, no quentinho, prestes a pôr um filme no leitor de DVD – e aguardar que outro utilizador se proponha a levar-lhos, mediante, claro, uma margem de lucro acordada entre ambos. Todos os utilizadores podem desempenhar ambos os papéis: pedir ou entregar. O lucro das entregas reverte, inteiramente, para quem entrega. Ou seja, neste caso quem ganha não é tanto Pedro, mas aqueles que, com umas entregas, encontram forma de juntar uns euros que tanta falta fazem no fim do mês.

 

No caso de Sophia Birr, é mesmo ela quem lucra com a ideia que teve: criar para si uma nova profissão, baseada na internet – personal web finder. Tal como o nome indica, Sophia dedica-se a encontrar, online, o que quer que seja: uma espécie de detetive na internet, ao seu serviço, mediante um valor. Segundo conta, entre as suas missões já estiveram buscas por preços de material em segunda mão, o original de uma fotografia antiga ou um apartamento de férias para uma família. Mas porque haveria alguém de pagar por uma pesquisa online, sendo que quase toda a gente tem acesso à internet hoje em dia? A verdade é que fazer uma boa pesquisa requer alguns conhecimentos e, sim, uma boa dose de paciência e persistência. E ela garante: “Se eu não encontrar, dificilmente alguém consegue”.

 

Inspirado? O facto é que, com a internet, o mundo ficou mais pequeno e facilmente se consegue trabalhar a partir de casa (esqueça a renda de um escritório) para o mundo inteiro com um investimento relativamente reduzido. Necessário, mesmo, é ter uma boa ideia. Quem sabe se não cria a próxima profissão a aparecer nas páginas dos jornais online?

 

Fontes: Jornal i

             Briefing

               



publicado por blatitudes às 16:03 | link do post | comentar

2 comentários:
De Bidbed a 23 de Janeiro de 2012 às 23:13
Boa noite,

Na internet, desde que reunidas certas condições, principalmente divulgação, uma boa ideia pode sempre tornar-se numa boa fonte de rendimento.
Aproveito também para indicar a quem estiver interessado o seguinte website: www.bidbed.net
Um site de leilões invertidos para alojamento.


De Hoteis Reclamações e Opiniões a 24 de Janeiro de 2012 às 09:25
Com muito empenho, com uma ideia em que devemos acreditar, não deveremos desistir aos primeiros fracassos e para quem está desempregado o melhor é não parar e aproveitar a internet para se manter em pró actividade é o meu caso com o blog:
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Com muito empenho, com uma ideia em que devemos acreditar, não deveremos desistir aos primeiros fracassos e para quem está desempregado o melhor é não parar e aproveitar a internet para se manter em pró actividade é o meu caso com o blog:<BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>http</A> :/ hoteisreclamacoeseopinioes.blogspot.com <BR><BR>Um blog onde todos as pessoas que frequentam unidades hoteleiras de todo o mundo podem contar suas experiências boas ou menos positivas.<BR>Depois de publicadas no blog passamos a divulgação para todos mas principalmente para a respectiva unidade hoteleira.<BR><BR>É assim o feedback, não só para os viajantes/turistas, mas também para os responsáveis hoteleiros terem uma espécie de barómetro de como vão os serviços, o atendimento, etc.. do seu hotel e poderem efectuar as rectificações que sejam necessárias fazer para melhorar.<BR><BR>Tudo isto sem quaisquer custos para ninguém, apenas eu tenho o trabalho de administrar, gerir, escrever e fazer a publicação no blog.<BR><BR>É claro que a participação de todos é muito importante.<BR><BR>Curiosidade: Posso dizer que até ao momento a participação, maior de pessoas, vem do Brasil.<BR>Portugal, verifico que apenas visitam o blog, que o lêem , mas não participam activamente com comentários. <BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>http</A> :/ hoteisreclamacoeseopinioes.blogspot.com


Comentar post

Links

Site Oficial
Latitudes - Comunicação Integrada de Marketing

Redes Sociais

twitter facebook delicious flickr
Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29


Os últimos blá blás

Ao cyberbullying, os estu...

Comunicação cara a cara c...

Laina: a nova sensação do...

Facebook testa novo forma...

Instagram lança perfis na...

W+K lança série de desafi...

Samsung reafirma lideranç...

As piores passwords de 20...

Quase 9 em cada 10 imagen...

Facebook lança páginas gl...

arquivos

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

tags

todas as tags

Networked Blogs
blogs SAPO
Google Analitycs
subscrever feeds