Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2012

 

 

Mais que ter um iPhone, importa mostrar que se tem um iPhone – ridículo? Sim, mas a verdade é que esta ideia é um sucesso na China, onde os utilizadores do serviço de chat QQ podem pagar para ter associado ao seu nickname a tagline “sent from my iPhone”. E se está a perguntar-se quem é que gastaria perto de um euro por mês para fingir que tem um iPhone, a resposta é: muita gente.

 

O serviço, oferecido pela Taobao, não se limita a cobrar dinheiro: para ativar a tagline, os utilizadores também têm de providenciar o seu username e password de acesso ao serviço de chat, colocando a sua segurança em risco. Mas, aparentemente, o apelo de provocar admiração e inveja entre os amigos é superior a estas desvantagens.

 

Maioritariamente utilizado por jovens com um baixo poder de compra e um nível de instrução mais reduzido, o QQ tem sido alvo de criminosos virtuais, já que os dados de login podem ser utilizados para comprar créditos para jogos online, o que torna toda esta história ainda mais inacreditável. No entanto, é real. E recorda-nos a história do rapaz que. na China, optou por vender um rim para poder comprar um iPad2. Afinal, vale tudo a troco da possibilidade de se dizer dono de um dos gadgets da Apple?

 

 

 

Fontes: Gizmodo BR

 

             Beyondbrics           



publicado por blatitudes às 11:57 | link do post | comentar

13 comentários:
De Maria a 29 de Fevereiro de 2012 às 13:49
Infelizmente não é só na China que se vive de aparências , o que interessa é o que os outros vêem , nem que em casa se passe fome...


De china wholesale a 12 de Abril de 2013 às 03:50
Thank you very much for you can share your post,the article content written very well,extremely is worth my study.


De Artur a 29 de Fevereiro de 2012 às 13:55
Por cá, endividam-se até ao pescoço para dizer que têm um iPhone. Não sei qual mais ridículo.


De lino47 a 29 de Fevereiro de 2012 às 14:58
Indivídam-se , exploram e fazem chantagem com os pais e os avós, prostituem-se, elas corneiam os maridos e os maridos corneiam as mulheres e sei lá que mais são capazes de fazer. Querem é ter coisas. O supérfluo é que é importante.


De Manuel a 29 de Fevereiro de 2012 às 18:55
Escreve quem tem experiência daquilo que testemunha.


De paulo martins a 29 de Fevereiro de 2012 às 14:41
pois Portugal viveu tantos anos de aparência com os dinheiros da UE que agora os portugueses vão ter que quase-prostituir para devolver o dinheiro gasto.


De DaSilva a 29 de Fevereiro de 2012 às 15:14
é o chamado: comer frango e arrotar perú.


De Luis Félix a 29 de Fevereiro de 2012 às 15:27
Pois mas isto é o que acontece numa sociedade de consumo em que os média e não só ditam as regras e as modas, e as pessoas consoante o meio onde estão inseridos, terão que viver ou sobreviver: quem é gordo não é bem visto, quem fuma é assassino, quem não veste determina da marca está "out", etc.
Ainda ha pouco tempo e a propósito do ensino publico e privada, dizia uma mãe, cujo filho tinha passado do privado para o publico por uma questão financeira, que estava muito agradada com a qualidade do publico mas principalmente porque a pressão de andar sempre ma moda era muito menos entre os seus pares o que ficava muito mais barato.



De Valente a 29 de Fevereiro de 2012 às 18:41
Nem vale a pena comentar é tão rediculo. Enviado iPhone valente


De Roger a 29 de Fevereiro de 2012 às 22:02
Tamagochis idiotas! comprem mas é um zte ou um huawei com Android que ficam melhor servidos...ainda para mais na china!!! iphone é porreiro mas é mais status que outra coisa...e eu gosto do iphone portanto guardem lá os calhaus sff!!


De PedroAreias a 29 de Fevereiro de 2012 às 22:11
Eu tenho um htc e não o trocava por um iphone.


De Snaga a 1 de Março de 2012 às 00:49
Eu não tenho um iPhone...mas tenho um iMac e um iPad! Toma!


De João Silva a 3 de Março de 2012 às 12:09
A verdade é que estou comprador de um Smartphone, independentemente da marca ou religião e depois de uma aprofundada (tanto quanto possível) pesquisa, tanto de carácter técnico, usabilidade (pessoal) e preço, cheguei a um empate: iPhone 4S e Galaxy S II.

Tive a feliz oportunidade de experimentar o SII e o 4S durante, aproximadamente 1 mês.

As questões que humildemente coloco são as seguintes:

1- Preciso de um aparelho que me permita substituir a bateria, porque pretendo ter 2as para trocar ou substituir quando necessário;

2- Costumo usar vários cartões de armazenamento, um com música, outro com fotos, vídeo, etc… e apraz-me a ideia de não ficar limitado ao espaço que vem no aparelho;

3- Já ouvi falar menos bem da captação de rede no iPhone 4 em determinadas situações, problema este reconhecido pela Apple que até ofereceu umas capinhas para evitar o contacto das mãos com o dito. Embora pareça estar parcialmente, mas não totalmente, resolvido no 4S, pelo aumento da “força do sinal”, que, ainda assim, em condições de pouca rede, se o agarrarmos de certa forma (contacto com os cantos inferiores), notamos um decréscimo no sinal, que poderá ser determinante na qualidade da chamada num local de pouca rede, como aconteceu;

4- Gosto de usar o meu Smartphone como se de uma normal Pendrive se tratasse, para transportar informação de um lado para outro;

5- Gosto de poder ligá-lo, por um simples e banal cabo USB a um PC no trabalho ou no carro, para o carregar;

6- Uso muito a transferência directa de ficheiros entre outros dispositivos, por Bluetooth;

7- Em muitos Sites, aparece-me a mensagem de que não tenho o Flash, no 4S, o que o torna inviável;

8- Por vezes, uso o Smartphone como modem Wi-Fi, para aceder à net em simultâneo, através de outros aparelhos;

9- O 4S não tem Sintonizador FM;

10- Gosto mais da leveza em mão do SII e do tamanho do display.

Todos estes pontos supra citados jogam a desfavor do 4S, apesar deste continuar a acalentar um forte e quiçá exagerado carinho por muitos e também continue a ser aquele que faz mais vista ao parceiro/a do lado… é um iPhone!

O apelo de provocar admiração e inveja entre os amigos e conhecidos é superior a estas desvantagens?!
Mais que ter um iPhone, importa mostrar que se tem um iPhone – ridículo? Sem dúvida!!!

Vou mais longe, segundo notícias de fonte fidedigna, há quem dê um rim (literalmente) para ter um iPad, ou utilizadores do serviço de chat QQ, na china, que pagam para ter associado ao seu nickname a tagline “sent from my iPhone”.

A explicação que vejo para isto, poderá estar relacionada com o facto de a maioria das pessoas se deixarem levar mais pela emoção do que pela razão! O iPhone é um objecto charmoso, bonito, que por ser caro e inacessível para a grande maioria, transporta uma forte conotação social de status, também por “culpa” do excelente marketing feito, ao longo dos tempos pela marca.

Tudo isto acaba por ser uma faca de dois gumes, dado que, perante tais barbaridades, que fazem lembrar as ceitas religiosas, onde se aproveitam da fragilidade, tormento, ignorância e baixo nível de instrução de muitos para enriquecer, ter um iPhone pode ser visto por outros, como sinal de ignorância e futilidade…

Ora, como me estou nas tintas para as aparências em detrimento da funcionalidade/qualidade/preço do aparelho em causa e em gerar de tudo o que compro, não vejo como posso, em plena consciência e objectividade optar pelo 4S, que ainda por cima me fica ligeiramente mais caro!

Ressalvo que, esta é a minha opinião, totalmente imparcial, resultado da análise de factos concretos e objectivos, do ponto de vista, simples, do utilizador e das minhas necessidades, que, por outro lado, procurei perceber o porquê de tamanha obsessão pelo, neste caso, iPhone.

Gostaria que comentassem.


Comentar post

Links

Site Oficial
Latitudes - Comunicação Integrada de Marketing

Redes Sociais

twitter facebook delicious flickr
Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29


Os últimos blá blás

Ao cyberbullying, os estu...

Comunicação cara a cara c...

Laina: a nova sensação do...

Facebook testa novo forma...

Instagram lança perfis na...

W+K lança série de desafi...

Samsung reafirma lideranç...

As piores passwords de 20...

Quase 9 em cada 10 imagen...

Facebook lança páginas gl...

arquivos

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

tags

todas as tags

Networked Blogs
blogs SAPO
Google Analitycs
subscrever feeds