1 comentário:
De ... a 4 de Agosto de 2010 às 16:01
Tenho acompanhado diversas discussões, bastante acesas, sobre a definição de Design Thinking e eu considero a maioria dessas discussões uma perda enorme de energia fundamental. Se decidir investir no fazer, metade dessa energia que gasta em explicar, posso garantir-lhe que grande parte dos seus problemas de comunicação fica resolvido.
Parte fundamental do Design Thinking é o conceito de "show, don't tell" e é nesse ponto que muitos designers tem pecado fundamentalmente.
Primeiro porque, designers são excelentes "doers" mas não necessariamente excelentes "talkers". No quesito "contar histórias" os accounts possuem uma vantagem crucial em cima dos designers, com uma linguagem mais direccionada ao negócio e uma abordagem mais vendedora para suas ideias.
O que eu quero dizer com isso é: Antes de você explicar a alguém na sua empresa que o design deveria estar mais envolvido em todos os processos e não apenas nas fases finais, pergunte se estará à altura do desafio, se possui um entendimento profundo dos modelos de negócio da empresa e a linguagem correcta, para que as suas opiniões possam valer numa discussão na sala de reuniões na qual o marketing e outros departamentos estarão preparados para contribuir.
Se a resposta for não, quem está a tratar o Design como fútil, na verdade...quem é?


Comentar post